1º Festival CTC Atibaia

O 1º Festival Centro de Tradições Caipiras de Atibaia foi um momento de celebração da cultura caipira de Atibaia e de todo o estado de São Paulo. Com um formato totalmente online devido aos protocolos para eventos desse porte durante a pandemia de Covid-19, leva ao público informações diversas sobre as manifestações tradicionais/folclóricas paulistas sob a forma de mini documentários e apresentações musicais - todas com a temática caipira e a mais tradicional dança caipira de São Paulo: a dança do catira. O Centro de Tradições Caipiras de Atibaia foi criado por Ruth Rubbo em 2015 e possui um site (www.ctcatibaia.com.br) onde estão armazenados os diversos projetos e pesquisas produzidos por ela em sua trajetória como produtora cultural, pesquisadora, violeira e facilitadora de grupos e manifestações tradicionais em todo o estado de São Paulo.

O 1º Festival Centro de Tradições Caipiras de Atibaia teve seu início em 26 de janeiro de 2021 e ocorreu às terças-feiras a partir das 20h no canal do YouTube do Centro de Tradições Caipiras de Atibaia.

O intuito desse projeto foi salvaguardar e fomentar a cultura caipira, berço da cultura tradicional paulista, onde pulsa de forma vigorosa em Atibaia, região e estado de São Paulo afora. Para além de fomentar e salvaguardar estas manifestações tradicionais, o 1º Festival Centro de Tradições Caipiras de Atibaia propôs um olhar crítico acerca de nossas raízes identitárias e seu sentido de pertencimento. O evento visou promover o protagonismo dos fazedores de cultura da região gerando espaço contínuo de compartilhamento dos saberes de pessoas, grupos e coletivos e representantes da cultura caipira presentes ainda em Atibaia e região.

No primeiro dia do Festival (26/01/2021 às 20h) apresentaram-se Valmir Rosa (mestre artesão) no mini documentário "Instrumentos Musicais da Tradição Paulista - Matracas", na sequência o violeiro Paulo Freire com o repertório permeado de causos e música caipira.

No segundo dia (02/02/2021 às 20h) foram apresentados Valmir Rosa (mestre artesão) no mini documentário "Quilombos Paulistas", na sequência Bob Vieira e seu amigo Bolinho, com repertório voltado especialmente às crianças (e muita viola caipira, claro!).

Para o terceiro dia do Festival (09/02 às 20h) foram apresentados o mestre artesão Valmir Rosa em mini documentário com o tema “Festa de São Benedito”, a mais importante festa dos grupos de congos paulistas e a apresentação do Grupo de Catira Pé Firme, de Piracaia/SP, grupo que se mantém fiel às suas origens nos mostrando através dos desenhos de seus palmeados e seus sapateados a beleza de uma das mais tradicionais danças caipiras.

Encerrando o Festival (16/02 às 20h) com chave de ouro, as participações do “Música de Interior”, com Rafael Cardoso e Aniela Rovani, Grupo Raízes de Atibaia, grupo criado em 2011 com um CD já gravado e a dupla Ruth Rubbo e Gil Diniz, todos com um repertório exclusivamente caipira, além de Viola em Flor. 

O 1º Festival Centro de Tradições Caipiras de Atibaia foi um projeto idealizado, produzido e realizado por Ruth Rubbo Produções Culturais com recursos da Lei Aldir Blanc e apoio da Prefeitura da Estância de Atibaia e Conselho de Cultura de Atibaia.

 

Produção Ruth Rubbo.

© 2020 Criação: Paulo Reis Jr.

  • Facebook
  • Instagram